Biorressonância


Ainda vista como uma novidade no Brasil, a Biorressonância, em países como Alemanha, Áustria, Suíça, Portugal e Espanha, vem sendo utilizada a muitos anos por terapeutas e médicos em geral. A técnica tem demonstrado muitos resultados positivos, aumentando o interesse até mesmo de profissionais mais conservadores.


Trata-se de um aparelho que funciona através de um fone conectado no ouvido do paciente que emite ondas magnéticas e identifica a frequência energética não só do corpo como um todo, mas também dos órgãos em particular.


Essa “avaliação quântica” feita pela Biorressonância, aponta um feedback geral e permite também identificar possíveis alergias, desequilíbrios e potenciais problemas de saúde que podem ser causados por órgãos específicos em seu organismo.


Além dessa avaliação completa, a Biorressonância pode ser utilizada como terapia complementar, através do envio de ondas magnéticas que amenizam sintomas como estresse, cansaço físico, cansaço mental e insônia.


E não apenas focando nos sintomas, a técnica ajuda a descobrir a causa deles, abrindo espaço para um diagnóstico e prescrição de tratamentos mais assertivos. Por exemplo: bactérias no organismo podem desencadear sintomas de depressão. A Biorressonância identifica esse microorganismo e permite tratar o problema desde a sua raiz.